domingo, 16 de agosto de 2015

AGE OF AQUARIUS

urano, meu rei
temporário,
nunca fui com tuas
fuças

de início era só
o início
eu e as questões
da existência

finjo que não sei
que até hoje
te tenho bem nascido,
sentado, bebendo
da fonte materna,

a tua face sempre 
transtornando o rio

que eu saiba
água doce
não tem espuma

então, meu rei,
por que a virada brusca?
por que a descarga elétrica?
por que dar choque nos peixes?

eu justifico o céu 
com sua coroa
a gravidade desafiada
uma face de Deus na face
virada

urano, liquidifica dorzinho
portátil

Nenhum comentário:

Postar um comentário