domingo, 31 de maio de 2015

PAREDES DA LOUCURA

o menino se abriga
atrás da estrela

paredes da loucura
a mulher grita de medo à noite

paredes da loucura
há Jesuses
por todos os lados

paredes da loucura
meus cabelos são minhocas
grudadas no teto

paredes da loucura
o bispo, o fausto
a marília que vê o coisa ruim

paredes da loucura
hoje tem aulinha
de expressão de arte
no subsolo

paredes da loucura
o homem que nunca vestiu
uma roupa sequer

paredes da loucura
digo não mil vezes mil ao contrário
e depois te beijo

paredes, heras da loucura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário