quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

SEM TEI TEI PRA ONDE IR

tei tei, eu já disse,
tei tei. não dá pra ser assim,
sem ter pra onde ir.
não dá pra chamar sem ter chocolate,
pelo menos um chocolate!

tei tei, você insiste em andar
na rua, a gente já assaltou
quase todas as sorveterias do bairro,
desse jeito vão levar
a gente embora.

você gosta de perigo, mas eu não,
pelo menos não todo dia. eu não quero
minha mãe chorando mais
por nossa causa.

bem que todo mundo te avisou,
tei tei. você não deu ouvidos,
você nunca dá, só quando é hora do almoço,
ou quando o verão castiga
ou correm risco suas plantas.

todo mundo te avisou
que eu não era boa bisca,
e ainda assim você
de manhã,
de tarde,
de noite
e depois de de noite faz o que?

continua.

Um comentário: