quinta-feira, 11 de setembro de 2014

CORRENTE

Acabo de repassar uma corrente com bonequinhos de 4 para 9 amigos e isso supostamente garante que em 9 minutos alguém vai se declarar pra mim dizendo que me ama, começou, são 23:16, não, 23:17, já passou um minuto só escrevendo isso, um minuto a mais na direção da glória, quero ver só se essa história de corrente é verdade, até porque tenho minhas dúvidas de como se repassa uma corrente, nunca sei quando começo a contar o tempo pra corrente começar a valer, se é quando começo a repassar pras pessoas ou quando termino, se for assim estou no mínimo um minuto a menos de uma possível declaração de amor, estou esperando,  a outra é que nunca sei quando devo considerar a corrente um fracasso, afinal qual é o seu tempo de validade, que burrice, é só seguir as instruções, é quase uma equação matemática: mande bonequinhos de 4 para 9 amigos e em 9 minutos 1 pessoa irá dizer eu te amo, então estou aguardando ansiosamente desde que terminei de repassar a corrente, 23:20, faltam 5 minutos, ai, o tempo não passa quando se espera, eu estou começando a achar que a culpa é desse quarto, esse quarto tem vento fresco mas ainda não me aconteceu nada de bom desde que me mudei, pelo menos posso ter esperança pelos próximos 3 minutos, 23:22, 23:23, os minutos passaram e eu nem vi, estava muito ocupada pensando neles, 23:24, meu Deus, agora preciso acreditar no Senhor para que aconteça o milagre do amor ou basta só eu acreditar em corrente mesmo, 23:25, chegou o derradeiro minuto, a derradeira hora, agora pode acontecer a qualquer momento, vindo de qualquer canto, o que eu vou fazer com uma declaração de amor, eu bem senti uma correntezinha por aqui mas foi de ar, essa corrente que não é de vento disse que alguém ia dizer que me ama nesse minuto e me deixar feliz , embora ventos às vezes me façam feliz nunca cheguei a amá-los e vice-versa, não que seja preciso, reciprocidade é coisa pra último capítulo de novela, vida real é mandar corrente e cruzar os dedos, 23:26, tá vendo, 10 minutos,nada feito…

Nenhum comentário:

Postar um comentário